Aos 98 anos, morre a atriz Eva Todor

 

A atriz Eva Fódor Nolding, conhecida como Eva Todor, morreu, na manhã deste domingo (10), em casa, no Rio de Janeiro, em decorrência de uma pneumonia. Com 98 anos, ela sofria de Mal de Parkinson e Alzheimer, além de problemas cardíacos.

Brejeira e bem-humorada, a húngara de nascimento, Eva Todor, foi um dos grandes nomes da TV, do cinema e do teatro nacional. Estreou na Globo como Kiki Blanche, em “Locomotivas” (1977), de Cassiano Gabus Mendes, primeira novela colorida no horário das 19h. E não parou mais, sempre atuando com o que chamava de “gênero Eva”, um humor fino que virou sua marca registrada.

Ao longo dos mais de 80 anos de carreira, acumulou personagens marcantes, tendo participado das novelas “Coração Alado” (1980) e “Sétimo Sentido” (1982), ambas de Janete Clair. Com Aguinaldo Silva fez “O Outro” (1987) e “Suave Veneno” (1999). Trabalhou em “Top Model” (1989), de Walther Negrão e Antônio Calmon; “O Cravo e Rosa”(2000), de Walcyr Carrasco e Mario Teixeira; em “América” (2005) e “Caminho das Índias” (2009), de Gloria Perez. Em 2010, fez uma participação especial em “Ti Ti Ti”, de Maria Adelaide Amaral. Também atuou em minisséries e especiais, como “Brava Gente”, “Você Decide”, “Malhação”, “Hilda Furacão”; “Sob Nova Direção”, “A Diarista” e “Casos e Acasos”.

Sua última aparição na TV foi em 2012, repetindo a parceria com Glória Perez, em “Salve Jorge”, interpretando Dália. No mesmo ano, fez uma participação especial em “As Brasileiras”. Eva Todor era viúva e não deixa filhos. 

Fonte: vc faz tv